Mercado Premium

Mercado Premium

Untitled-2
Não há crise financeira no mundo que atinja o segmento que mais cresce no país. De acordo com pesquisas recentes, o consumo de produtos de luxo aumentou com entusiasmo nos últimos anos. Ou seja, consumir produtos Premium está na moda e veio para ficar. Por Eduardo Lima

Novas marcas, novas lojas, novos e velhos consumidores. Vivemos, atualmente, um período de transformação do mercado de luxo no Brasil e o consumo de artigos Premium só tende a decolar. Segundo a empresa de pesquisa de mercado Euromonitor International, a expectativa é de que até 2020, esse seleto setor, estimado atualmente em R$ 22 bilhões aqui no Brasil, cresça nos próximos anos a taxas entre 16% e 22%.

Os fatores para que o mercado de ostentação visto antes apenas em países de primeiro mundo ganhe espaço no Brasil, são diversos. O consumidor assíduo, devido ao seu posicionamento no mercado de trabalho e das suas atuais condições, aposta nesse segmento, investe e não se restringe aos gastos, sem esquecer, claro, do amor geral pelo luxo compartilhado nas ruas e até mesmo nas redes sociais. Além do que, houve uma abertura de novos investimentos fora do eixo Rio-São Paulo. De acordo com a Coordenadora Acadêmica dos cursos de Pós-graduação e MBA da Fanor | DeVry, Zarlanya Paiva Sales, esse glamoroso momento só se expande e se democratiza entre as outras classes sociais. "Esses bens considerados "Vips", antes voltados e vendidos exclusivamente para determinada classe social, passa a ser possível para novos públicos devido à ascensão da nova classe média, o aumento do nível de renda do brasileiro, da globalização da área econômica e o acesso fácil por meio da Internet. Sem se esquecer da facilidade no pagamento desses produtos", conclui.

Para se ter uma ideia, segundo levantamento da empresa de pesquisas Digital Luxury Group, que aponta as marcas do setor mais buscadas pelos consumidores brasileiros; carros, moda, cosméticos, relógios, jóias e hotelaria são os principais desejos do brasileiro quando o assunto é o mercado de luxo. A Audi lidera a lista, seguida pela BMW e a linha de cosméticos, MAC. O ranking é resultado do rastreamento de 300 grifes em mais de 20 milhões de consultas dos consumidores nos principais sites de busca online no Brasil. Porém, engana-se quem pensa que consumir luxo é apenas adquirir jóias e carros. Luxo também é sinal de desenvolvimento, evolução individual e escolha pessoal, ou seja, ele está ligado à qualidade de vida, prazer e exclusividade. Viagens, alta gastronomia e Spas são subsetores do mercado Premium que conquistam esse público tão voraz por novidades, como no caso da estilista cearense Mariana Vasconcelos. "Adoro compras, mas nada como viajar, visitar museus e ir a bons restaurantes. Em minha opinião, estudar também é luxo, tanto que sempre passo temporadas em Paris e Nova Iorque consumindo a cultura local, o que supera qualquer tipo de aquisição material", analisa.

E o mercado de luxo em Fortaleza, só cresce aos olhos do público e empresários do ramo. O estado do Ceará tem atraído cada vez mais inúmeros investidores, tanto nacionais quanto internacionais, e, consequentemente, aumentando a qualidade e expectativa de vida do cearense. O Shopping RioMar Fortaleza, que atua desde outubro de 2014 em Fortaleza, trouxe para a capital, pela primeira vez, lojas queridas pelo público alto padrão, como Versace, Daslu e Swarovski. “Procuramos compor o mix de lojas do nosso Shopping da forma mais completa possível, atendendo a todos os públicos. Mas é importante destacar que entrar ou não no mercado compete às marcas. Cabe a elas analisar se o produto que oferecem terá demanda nas praças para onde querem ir. Essas grifes enxergaram na cidade de Fortaleza grande potencial para isso”, conclui o Diretor do Grupo JCPM e responsável pelo RioMar Fortaleza, Marcelo Tavares de Melo Filho.

Diante de tantos números e benefícios, esse privilegiado segmento tornou-se um assunto sério. A Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), em São Paulo, possui um curso de especialização na área. É o MBA em Gestão de Luxo, que objetiva formar profissionais que dominem conceitos e técnicas de gestão da produção, distribuição e comercialização de bens e serviços Premium. O curso é desenvolvido a partir de três grandes eixos temáticos: O Universo do Luxo, A Gestão de Luxo e A Estratégia das Marcas e Corporações de Luxo. Vale a pena investir!